Notícias Terra Santa

Patriarca Pizzaballa na vigília de Pentecostes: "Jerusalém é uma casa de oração para todos os povos"

JERUSALÉM – No Sábado, 22 de Maio de 2021, S. B. o Patriarca Pierbattista Pizzaballa, Patriarca Latino de Jerusalém, presidiu à oração da vigília de Pentecostes e à intercessão pela justiça e pela paz, apelo que lançou em nome dos Chefes das Igrejas Católicas, e em colaboração com o Comité Episcopal dos Homens Religiosos, e a União das Mulheres Religiosas. A vigília realizou-se na Basílica de Santo Estêvão dos Padres Dominicanos, em Jerusalém (aqui).

 

 

Patriarca Latino lança apelo de ajuda à Comunidade Cristã em Gaza

Jerusalém 25 de maio de 2021

 

Aos Párocos e a todos os fiéis das paróquias do Patriarcado Latino

 

O Senhor lhes dê a paz!

 

No rescaldo da tensão e do conflito que recentemente vivemos, viremos os nossos corações e olhemos para as necessidades dos nossos irmãos e irmãs em Cristo, especialmente em Gaza e em locais severamente afectados pela recente troca de disparos de rockets durante onze dias.

 

Os seus sofrimentos agravaram-se com os confrontos mortais e os bombardeamentos, enquanto lutam contra o Covid-19 que continua a espalhar-se na sua região. Peço-vos que partilhem alguns dos vossos recursos para aliviar os sofrimentos dos nossos fiéis cristãos em Gaza.

 

Como sinal de solidariedade de toda a Diocese do Patriarcado Latino, peço que em todas as paróquias e igrejas da diocese, que a colecta no domingo, 30 de maio, a Solenidade da Santíssima Trindade reverta na sua totalidade para a nossa comunidade em Gaza em prol das necessidades surgidas após a guerra destes últimos dias.

 

Agradeço-vos pela vossa generosidade e nosso Senhor prometeu um retorno cem vezes maior a todos aqueles que fazem certos sacrifícios pelos outros. Que o Senhor vos abençoe!

 

+ Pierbattista Pizzaballa

 

lpj.org

Morreu o Patriarca dos arménios católicos

Gregório Pedro XX tinha 86 anos e liderava a Igreja Arménia Católica desde 2015. O seu sucessor será agora escolhido pelo sínodo da Igreja Arménia (aqui).

Pizzaballa: "A solução não pode ser imposta, deve ser fruto do diálogo entre israelitas e palestinianos"

"Uma explosão de ódio que há algum tempo estava latente, fruto de anos de linguagem política violenta, rejeições e desprezo". "Para reconstruir as relações é necessária uma nova aliança com pessoas de boa vontade". Nota do Patriarca Latino de Jerusalém Pierbattista Pizzaballa (aqui).

Médio Oriente: Cáritas Internacional lança campanha para ajudar população de Gaza

Esta organização católica afirma que cerca de 80% da população de Gaza depende de ajuda humanitária e cerca de 90% das famílias não têm acesso a água potável (aqui).

Síria - Patriarcas e Bispos católicos: sanções contra Damasco a ser retiradas

Alepo, 21 de Maio de 2021 - As sanções económicas dos países ocidentais contra a Síria de Assad, que culminam na chamada "Lei César" emitida pela Administração norte-americana liderada por Donald Trump, são injustas e devem ser retiradas, bem como as práticas repressivas e a "agressão brutal" sofrida pelos palestinianos na Terra Santa. Os Patriarcas católicos e Bispos assim o desejam, reunidos de 18 a 20 de Maio em Alepo, na sede do Vicariato Apostólico para católicos do rito latino, para participar na sessão anual do Conselho de Chefes das Igrejas Católicas presentes na Síria.

 

O comunicado final do encontro eclesial atesta a preocupação pastoral e a perspetiva realista e não conformista com que as Igrejas Católicas locais partilham as tribulações dos povos do Médio Oriente.

 

Nos três dias de reuniões, foi noticiado que os participantes na reunião questionaram como ajudar a mitigar o impacto devastador das sanções económicas no dia-a-dia do povo sírio. A este respeito, Patriarcas e Bispos dedicaram especial atenção ao trabalho realizado pela Cáritas Síria em benefício de todos os componentes da sociedade síria, considerado um instrumento precioso para mostrar a proximidade da Igreja com a crescente multidão de sírios forçados a viver abaixo do limiar da pobreza.

 

O reflexo comum dos chefes das Igrejas Católicas presentes na Síria centrou-se com particular apreensão no êxodo dos jovens cristãos que deixaram o país durante os terríveis anos de conflito. Os participantes na reunião questionaram como procurar soluções face a esta emergência e garantir "que as nossas crianças permaneçam na sua terra, uma vez que acreditamos que a nossa presença e testemunho neste país, são necessários e importantes".

 

Os Bispos católicos e Patriarcas da Síria, durante os dias do seu Conselho anual, tiveram também a oportunidade de reflectir em conjunto sobre os impactos positivos registados na Síria e em todo o Médio Oriente, especialmente nas relações islâmico-cristãs após a visita apostólica do Papa Francisco ao Iraque, em março passado. Os participantes na reunião eclesial também enviaram uma carta ao Papa Francisco, expressando gratidão "pela sua preocupação com o nosso país, pela sua defesa aos humilhados, pelos oprimidos e marginalizados, e pelo seu constante apelo à fraternidade universal, expressa com particular força na Encíclica 'Fratelli Tutti'".

 

Na parte final do comunicado do encontro, os Bispos e Patriarcas católicos convidaram também os cidadãos sírios a participar nas próximas eleições presidenciais, marcadas para o próximo dia 26 de maio, exercendo o seu direito de voto de acordo com a sua consciência, e tendo em conta o interesse nacional, no contexto de conflitos e factores de crise que atormentam o Médio Oriente.

 

O comunicado termina com uma invocação ao Todo-Poderoso para remover "a nuvem negra que paira sobre a Síria há dez anos"; com a homenagem prestada aos soldados mortos e "a todos aqueles que trabalham para proteger a Síria", e com o convite dirigido aos cristãos sírios e a todos os seus concidadãos "para serem pacientes, para manterem a esperança e trabalharem em conjunto, mãos dadas para reconstruir a Síria moderna e desenhar o seu futuro" em sinal de reconciliação e paz.

 

O Cardeal italiano Mario Zenari, Núncio Apostólico de Damasco, também participou na sessão anual do Conselho dos Patriarcas Católicos e Bispos da Síria, presidida pelo Patriarca católico sírio Ignace Youssif III Younan e pelo Patriarca católico grego melkita YoussefAbsi.

 

 

Fides

Médio Oriente: Conselho de Igrejas apela ao fim da violência em Jerusalém

Responsáveis cristãos apelam à defesa dos direitos dos palestinos

 

Lisboa, 12 Mai 2021 – O Conselho de Igrejas do Médio Oriente (MECC) lançou um apelo para que a comunidade internacional e todas as forças envolvidas intervenham para travar a violência em Jerusalém, salvaguardando os direitos dos palestinos.

 

 

“Essas pessoas têm o direito de viver uma vida digna, segura e próspera”, refere um comunicado divulgado pelos responsáveis cristãos, questionando despejo de famílias palestinas de SheikhJarrah, perto da Cidade Velha, em benefício de colonos israelitas.

 

 

A nota destaca que “a violência só gera violência, o ódio só traz mais ódio, a discriminação racial só provoca revolução e o extremismo só gera extremismo”.

 

 

“A única saída deste ciclo destrutivo é o reconhecimento de todos os direitos”, sustenta o MECC.

 

 

As forças armadas israelitas anunciaram hoje ter realizado um novo ataque contra a Faixa de Gaza, enclave palestiniano onde o Hamas, no poder, indicou que a sede da polícia foi destruída; esta manhã, o Hamas anunciou ter disparado mais de 200 foguetes contra Israel em resposta aos ataques israelitas.

 

 

Pelo menos 35 pessoas foram mortas nos ataques israelitas em Gaza e 230 ficaram feridas, indicaram as autoridades locais; os ataques palestinos causaram, desde segunda-feira, três mortos e dezenas de feridos israelitas.

 

 

Os confrontos tiveram início na última semana, em redor da mesquita de Al-Aqsa, Jerusalém.

 

 

OC - Ecclesia

Iraque: em Qaraqosh o caminho da reconciliação indicado pelo Papa

Dois meses após a visita do Papa Francisco ao Iraque, o padre Georges Jahola, pároco de Qaraqosh, cidade iraquiana visitada pelo Papa, explica que iniciou um processo de reflexão entre os fiéis. "Sobretudo entre os que partiram, porque entenderam que o Iraque é uma terra que pode ser fértil" (aqui).


Notícias Terra Santa

Patriarca Pizzaballa na vigília de Pentecostes: "Jerusalém é uma casa de oração para todos os povos"

JERUSALÉM – No Sábado, 22 de Maio de 2021, S. B. o Patriarca Pierbattista Pizzaballa, Patriarca Latino de Jerusalém, presidiu à oração da vigília de Pentecostes e à intercessão pela justiça e pela paz, apelo que lançou em nome dos Chefes das Igrejas Católicas, e em colaboração com o Comité Episcopal dos Homens Religiosos, e a União das Mulheres Religiosas. A vigília realizou-se na Basílica de Santo Estêvão dos Padres Dominicanos, em Jerusalém (aqui).

 

 

Patriarca Latino lança apelo de ajuda à Comunidade Cristã em Gaza

Jerusalém 25 de maio de 2021

 

Aos Párocos e a todos os fiéis das paróquias do Patriarcado Latino

 

O Senhor lhes dê a paz!

 

No rescaldo da tensão e do conflito que recentemente vivemos, viremos os nossos corações e olhemos para as necessidades dos nossos irmãos e irmãs em Cristo, especialmente em Gaza e em locais severamente afectados pela recente troca de disparos de rockets durante onze dias.

 

Os seus sofrimentos agravaram-se com os confrontos mortais e os bombardeamentos, enquanto lutam contra o Covid-19 que continua a espalhar-se na sua região. Peço-vos que partilhem alguns dos vossos recursos para aliviar os sofrimentos dos nossos fiéis cristãos em Gaza.

 

Como sinal de solidariedade de toda a Diocese do Patriarcado Latino, peço que em todas as paróquias e igrejas da diocese, que a colecta no domingo, 30 de maio, a Solenidade da Santíssima Trindade reverta na sua totalidade para a nossa comunidade em Gaza em prol das necessidades surgidas após a guerra destes últimos dias.

 

Agradeço-vos pela vossa generosidade e nosso Senhor prometeu um retorno cem vezes maior a todos aqueles que fazem certos sacrifícios pelos outros. Que o Senhor vos abençoe!

 

+ Pierbattista Pizzaballa

 

lpj.org

Morreu o Patriarca dos arménios católicos

Gregório Pedro XX tinha 86 anos e liderava a Igreja Arménia Católica desde 2015. O seu sucessor será agora escolhido pelo sínodo da Igreja Arménia (aqui).

Pizzaballa: "A solução não pode ser imposta, deve ser fruto do diálogo entre israelitas e palestinianos"

"Uma explosão de ódio que há algum tempo estava latente, fruto de anos de linguagem política violenta, rejeições e desprezo". "Para reconstruir as relações é necessária uma nova aliança com pessoas de boa vontade". Nota do Patriarca Latino de Jerusalém Pierbattista Pizzaballa (aqui).

Médio Oriente: Cáritas Internacional lança campanha para ajudar população de Gaza

Esta organização católica afirma que cerca de 80% da população de Gaza depende de ajuda humanitária e cerca de 90% das famílias não têm acesso a água potável (aqui).

Síria - Patriarcas e Bispos católicos: sanções contra Damasco a ser retiradas

Alepo, 21 de Maio de 2021 - As sanções económicas dos países ocidentais contra a Síria de Assad, que culminam na chamada "Lei César" emitida pela Administração norte-americana liderada por Donald Trump, são injustas e devem ser retiradas, bem como as práticas repressivas e a "agressão brutal" sofrida pelos palestinianos na Terra Santa. Os Patriarcas católicos e Bispos assim o desejam, reunidos de 18 a 20 de Maio em Alepo, na sede do Vicariato Apostólico para católicos do rito latino, para participar na sessão anual do Conselho de Chefes das Igrejas Católicas presentes na Síria.

 

O comunicado final do encontro eclesial atesta a preocupação pastoral e a perspetiva realista e não conformista com que as Igrejas Católicas locais partilham as tribulações dos povos do Médio Oriente.

 

Nos três dias de reuniões, foi noticiado que os participantes na reunião questionaram como ajudar a mitigar o impacto devastador das sanções económicas no dia-a-dia do povo sírio. A este respeito, Patriarcas e Bispos dedicaram especial atenção ao trabalho realizado pela Cáritas Síria em benefício de todos os componentes da sociedade síria, considerado um instrumento precioso para mostrar a proximidade da Igreja com a crescente multidão de sírios forçados a viver abaixo do limiar da pobreza.

 

O reflexo comum dos chefes das Igrejas Católicas presentes na Síria centrou-se com particular apreensão no êxodo dos jovens cristãos que deixaram o país durante os terríveis anos de conflito. Os participantes na reunião questionaram como procurar soluções face a esta emergência e garantir "que as nossas crianças permaneçam na sua terra, uma vez que acreditamos que a nossa presença e testemunho neste país, são necessários e importantes".

 

Os Bispos católicos e Patriarcas da Síria, durante os dias do seu Conselho anual, tiveram também a oportunidade de reflectir em conjunto sobre os impactos positivos registados na Síria e em todo o Médio Oriente, especialmente nas relações islâmico-cristãs após a visita apostólica do Papa Francisco ao Iraque, em março passado. Os participantes na reunião eclesial também enviaram uma carta ao Papa Francisco, expressando gratidão "pela sua preocupação com o nosso país, pela sua defesa aos humilhados, pelos oprimidos e marginalizados, e pelo seu constante apelo à fraternidade universal, expressa com particular força na Encíclica 'Fratelli Tutti'".

 

Na parte final do comunicado do encontro, os Bispos e Patriarcas católicos convidaram também os cidadãos sírios a participar nas próximas eleições presidenciais, marcadas para o próximo dia 26 de maio, exercendo o seu direito de voto de acordo com a sua consciência, e tendo em conta o interesse nacional, no contexto de conflitos e factores de crise que atormentam o Médio Oriente.

 

O comunicado termina com uma invocação ao Todo-Poderoso para remover "a nuvem negra que paira sobre a Síria há dez anos"; com a homenagem prestada aos soldados mortos e "a todos aqueles que trabalham para proteger a Síria", e com o convite dirigido aos cristãos sírios e a todos os seus concidadãos "para serem pacientes, para manterem a esperança e trabalharem em conjunto, mãos dadas para reconstruir a Síria moderna e desenhar o seu futuro" em sinal de reconciliação e paz.

 

O Cardeal italiano Mario Zenari, Núncio Apostólico de Damasco, também participou na sessão anual do Conselho dos Patriarcas Católicos e Bispos da Síria, presidida pelo Patriarca católico sírio Ignace Youssif III Younan e pelo Patriarca católico grego melkita YoussefAbsi.

 

 

Fides

Médio Oriente: Conselho de Igrejas apela ao fim da violência em Jerusalém

Responsáveis cristãos apelam à defesa dos direitos dos palestinos

 

Lisboa, 12 Mai 2021 – O Conselho de Igrejas do Médio Oriente (MECC) lançou um apelo para que a comunidade internacional e todas as forças envolvidas intervenham para travar a violência em Jerusalém, salvaguardando os direitos dos palestinos.

 

 

“Essas pessoas têm o direito de viver uma vida digna, segura e próspera”, refere um comunicado divulgado pelos responsáveis cristãos, questionando despejo de famílias palestinas de SheikhJarrah, perto da Cidade Velha, em benefício de colonos israelitas.

 

 

A nota destaca que “a violência só gera violência, o ódio só traz mais ódio, a discriminação racial só provoca revolução e o extremismo só gera extremismo”.

 

 

“A única saída deste ciclo destrutivo é o reconhecimento de todos os direitos”, sustenta o MECC.

 

 

As forças armadas israelitas anunciaram hoje ter realizado um novo ataque contra a Faixa de Gaza, enclave palestiniano onde o Hamas, no poder, indicou que a sede da polícia foi destruída; esta manhã, o Hamas anunciou ter disparado mais de 200 foguetes contra Israel em resposta aos ataques israelitas.

 

 

Pelo menos 35 pessoas foram mortas nos ataques israelitas em Gaza e 230 ficaram feridas, indicaram as autoridades locais; os ataques palestinos causaram, desde segunda-feira, três mortos e dezenas de feridos israelitas.

 

 

Os confrontos tiveram início na última semana, em redor da mesquita de Al-Aqsa, Jerusalém.

 

 

OC - Ecclesia

Iraque: em Qaraqosh o caminho da reconciliação indicado pelo Papa

Dois meses após a visita do Papa Francisco ao Iraque, o padre Georges Jahola, pároco de Qaraqosh, cidade iraquiana visitada pelo Papa, explica que iniciou um processo de reflexão entre os fiéis. "Sobretudo entre os que partiram, porque entenderam que o Iraque é uma terra que pode ser fértil" (aqui).

Actualize a informação sobre a Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém
e sobre a Terra Santa, através do site da Lugar-Tenência de Portugal.

Tel: +351 213 426 853

Fax: +351 213 474 350

Rua do Alecrim, 72 -R/CDto. 1200-018 Lisboa

© Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém

Desenvolvido por:

Web design por:


Actualize a informação sobre a Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém
e sobre a Terra Santa, através do site da Lugar-Tenência de Portugal.


Tel: +351 213 426 853


E-mail: oessjp@sapo.pt


Fax: +351 213 474 350


Rua do Alecrim, 72 -R/CDto. 1200-018 Lisboa

© Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro de Jerusalém

Desenvolvido por:

Web design por: